Estive lendo algumas matérias na internet sobre como evitar de seu site cair e percebi que todas as matérias eram informativas e não didáticas.
São muitas informações envolvidas nesta matéria e para começar a explicar melhor como evitar de seu site cair, vou esclarecer algumas coisas, afinal, nem todo mundo conhece de TI.

Existe muita informação envolvida no texto a seguir mas chamo a atenção para dar um parecer didático, para que o leitor tenha uma noção básica ou inicial de como evitar de seu site cair, o que fazer para evitar que seu site caia principalmente em épocas de Black Friday, campanhas, marketing, datas comemorativas, épocas de grande fluxo de visitantes ou acessos ao seu site.

Como evitar de seu site cair

Cair um site, é um termo simplificado dos profissionais de TI que popularizou, informando objetivamente quando um site deixar de funcionar total ou parcial suas operações ou atividades.

As equipes Envolvidas

A equipe de TI ou mantenedoras do site, pode ser de um só colaborador (você mesmo) ou de várias pessoas envolvidas na manutenção e garantia das operações do seu site. Pode ser composta de equipe interna ou externa contratada ou ambas.
Conforme sua equipe profissional de pessoas envolvidas no site, você pode ter duas opções (iniciais) de hospedagem descritas como:

Hospedagem local ou contratada

Hospedagem é um local (servidor local na sua infraestrutura ou em nuvem ou contratado) onde você vai guardar seus arquivos, códigos, banco de dados, e-mails, sistemas, dados e propriamente o site todo. Todos os visitantes acessam esta infraestrutura da hospedagem. Vamos ver duas opções de hospedagens.

Hospedagem local

Pode ser feita a hospedagem em seu servidor ou em seus equipamentos da sua rede local, onde você é o gestor deste conteúdo de softwares e hardwares. Você ou sua equipe cuida da segurança, do site, do banco dados e de tudo mais para mantê-lo operacional para seus visitantes acessar seu site. Esta primeira opção precisa de maior atenção pois, precisa do conhecimento técnico avançado, sempre atualizado, responsável que mantêm esta estrutura, precisa das manutenção nos equipamentos, infraestrutura, manter o conteúdo redundante, certificar backups e restaurações no caso de falha, seus periféricos e assim por diante. Atualmente esta opção tem um custo maior e precisa de uma equipe qualificada, atualizada, responsável e eficiente.
A próxima opção de hospedagem detém a maioria dos caso.

Hospedagem contratada

Contrata-se um provedor de serviços de hospedagem de sites e afins. Neste caso a maioria das responsabilidades dos serviços ficam por conta do provedor de hospedagem contratado. A hospedagem contratada contem vários tipos de serviços e ai entra o seu conhecimento técnico e de negócio do responsável do site para questionar com o seu provedor, quais os direitos ou deverem do provedor ou de sua equipe interna.

Conforme sua opção de hospedagem escolhida, sua equipe interna terá que prover alguma manutenção ou serviço no site ou o provedor de hospedagem contratado deverá prover estas ou outras solução de hospedagem para seu site.

Faça seu check list

Vou descrever logo abaixo alguns itens para que possa validar em seu site ou com sua equipe (hospedagem sua) ou com o seu provedor (hospedagem Contratada), quem, como, o tempo ou de onde a solução deverá ser provida em eventos críticos de atenção:
– Atividade do site: Por exemplo a gestão de backup com copia segundaria ou copia terceira do seu site pode ser feita pelo provedor e por sua equipe.
– Backup e Restore: Quanto tempo demora o restore dos dados ou do site inteiro. Tenha bem definido quem restabelecerá o seu backup e como será feito. Ter tudo isto cronometrado poderá definir quanto tempo seu site estará fora em caso de restabelecimento de toda a base.
– Quanto tempo demora para receber a resposta do suporte do provedor? Tenha controle sobre isto e deixe pré definido e bem claro entre as partes dos tipos de eventos que o seu site pode ter e precisar de suporte ou assessoria do provedor para prover soluções eventual, emergencial ou sobre demanda. Dependendo da ação ou reação das equipes no menor tempo possível de restabelecimento sobre um evento de pane do seu negocio ou do site, poderá ajudar ou causar dificuldade do site ser restabelecido logo.
– Valide com seus provedores de serviços se estão ativos e operantes em certas datas ou momento. Questione eventos que poderão interromper as atividades do seu site se eles pararem de operar. O saiba o que fazer nestes momentos e tenha a equipe de prontidão.
– Cuidado com ataques: Tenha um plano, para evitar que várias requisições, chamadas ou acessos ao seu site, possa se tomar uma ação ou bloqueio pré definido manualmente ou automáticamente. Quando ocorre muitos acessos maldosos de robôs de internet, o site em certo momento da erro pois, para ou não consegue responder a todas as requisições, concluindo que o seu site pare de funcionar. Atualmente os provedores contratados da internet, colocam nos custos, este tipo de monitoramento e segurança. Se seu site estiver na sua estrutura, você terá de prover esta infra estrutura. Ataques (DoS, DDoS, DNS e outros) pela internet, são um dos maiores motivos de paradas de sites sem infraestrutura e sem segurança.
– Manutenção preventiva: Reveja com sua equipe de programadores, administradores de banco de dados, administradores de servidores ou fornecedor da sua plataforma do site, se existem atualizações. Sites como Prestashop, Magento e WordPress, enviam estes alertas administrativos e de updates automaticamente.
– Monitoramento de acessos, logs e eventos: Acompanhe sempre os logs dos seus servidores, banco de dados, painel de controle de hospedagem, google, PHP e outros logs que registram eventos do seu site. Em muitos dos casos de paradas de sites ocorrem por se ignorar um erro ou falha apontada em logs de eventos. Acompanhe os logs pois é muito importante. Precisará de conhecimento técnico mais apurado.
– Fale com seu provedor: Caso tenha contratado um provedor, converse com o provedor (ou sua equipe) sobre suas opções de segurança, infraestrutura, plugins, módulos e fale sobre opções do painel do provedor de hospedagem que poderão ser implantadas (CPanel de administração e até anti spam). Fale com sua equipe ou seu provedor que vai ter um evento de grande atividade programada no site e que eles acompanhem ou monitorem o site e infraestrutura nestes momentos em apoio a seus serviços.
– Hospedagem compartilhada: Pergunte para seu provedor se o seu site esta hospedado em uma hospedagem compartilhada. Servidores compartilhados que hospedam vários sites possuem monitoramento para bloquear muitos acessos e assim evitar que os outros sites deste servidor compartilhado, parem de funcionar. Para garantir que seu site use sozinho 100% da sua hospedagem contrate serviços de hospedagem conforme indicado pelo seu provedor e avalie se estas opções adere a seu tipo de negocio. (Serviços Cloud, IP, VPS, SSD, SMTP e outros)
– Evite os gargalos: Evite que tenha gargalos em seu link de internet, na quantidade de acessos simultâneos ou na infra estrutura usada pelo seu site. Fale com o provedor ou identifique o máximo de acesso simultâneo no seu site ou tenha um parceiro que possa lhe atender em sua hospedagem local. Cuidado com hospedagem compartilhada.
– Evite hackers: Tenha seu site atualizado, com certificações SSL / HTTPS, outra opções do painel de controle da hospedagem, converse sobre a infraestrutura de hospedagem se está atualizada, com filtros e monitoramento. Tenha um monitoramento de acessos assistido pelas Blacklist onde o acesso é interrompido assim que a blacklist informa que a origem do acesso é suspeito.
– Acessos ao site: Tenha controle dos acessos a seus site e entenda o que cada um pode fazer e tem feito no site e valide de tempos em tempos conforme sua avaliação do risco de seu negócio se devem ter tipos de acessos. Tipo quando desliga um colaborador deve-se imediatamente, em seguida desabilitar o usuário dele no site ou no provedor.
– Updates: Item importante para quem tem sites com as plataformas Prestashop, Magento, WordPress e outros ou usam algum de seus módulos. Mantenha atualizado seus plugins e módulos de terceiros ou de outros desenvolvedores. Senha a versão do PHP, banco de dados, plugins, módulos, sistemas, painel de controle de hospedagem e infraestrutura sempre devem estar atualizadas.
– Tenha parceiros que tenham infra estrutura confiável: Você pode ter tudo seguro em seu site mas o provedor (local ou contratado) pode ter falhas de segurança comprometendo seu site. Se o seu PHP não for atualizado pode comprometer sua hospedagem, velocidade, agilidade, pode ser invadido, compromete as atividades e os dados do seu site.
– Redundância de hospedagem: Caso a hospedagem primaria pare de funcionar, a hospedagem secundária passa a responder. Desta forma evitará de seu site cair.
– Balanceamento de carga: São servidores que distribuem entre estes os acessos. Desta forma caso um servidor fique sobrecarregado os próximos acessos vão para o próximo servidor disponível. Este balanceamento é todo parametrizável.
– Suporte técnico de programadores e DBA: Tenha um programado e um administrador de banco de dados disponível ou em atividade, durante os picos e eventos previstos de alto fluxo de dados. Caso tenha alguma falha os profissionais entrarão no circuito e melhor ainda podem tomar ações proativas e resolver o problema antes de um visitante perceber ou ter problemas.
– Tenha um chat on line: Veja o exemplo: Eu fui fazer uma compra pela internet em um site que teria desconto no cartão de credito mas, quando ia fechar a venda, não aceitava o cartão de credito. Tinha outras opções mas, perderia o desconto. Se o site tivesse um chat eu teria um suporte no momento e fecharia a vendas mas, como não tive ajuda, comprei com o concorrente dele. Outro exemplo: Num feriado de São Paulo fui num parque e resolvi alugar uma bicicleta pelo APP de uma das duas empresas que estavam no parque. Acabei escolhendo a locação da bicicleta onde tinha funcionários da empresa de locação de bicicleta dando, o suporte para os clientes no próprio local. Não deu nada de errado na locação das bicicletas mas se precisasse, eu teria uma ajuda na hora. Estes são dois exemplos que similarmente o chat on line ou atendimento ao cliente, no momento que o cliente precisa é um diferencial, agiliza, aumenta a satisfação do cliente, aumenta a confiança no seu site e consequentemente garante seus negócios. Tem problemas que ocorrem nos sites, onde os próprios clientes, informam o evento do erro ou da falha. O chat on line ajuda e agiliza muito.
– Pró ativo e não reativo: Não entre em ação quando seu site cair. Entre no circuito antes de parar o site. Monitore seu site e entra em ação antes do seu site cair. Pense no exemplo: O seu carro começa a fazer um barulho no motor. Acende uma luz no painel do carro. Você ouve o barulho do motor e vê a luz do painel que acendeu e mesmo assim continua a longa viagem planejada. Diante dos avisos você terá de parar o mais breve possível para resolver estes problemas. Caso prossiga com a viagem ignorando as falhas, o caro vai parar. Na maioria dos casos as falhas de sites são previstas e ignoradas. Há casos que o site evoluiu sem que a equipe interna possa evoluir ou deixa-se de investir em soluções. Lá na frente o site vai parar pois, não se planejou, não analisou, não validou um checklist, não questionou com os profissionais ou não deu suporte ou não obteve suporte a tempo.

Crie seus procedimentos

Não tem uma receita de como evitar de seu site cair mas, tem alguns itens que se pode fazer para minimizar em muito de seu site cair. Cada gestor de sites precisará avaliar seu negocio e criar seus procedimentos, check list e dar suas manutenções conforme suas tecnologias e operações.
Embora tenha muita informação envolvida neste assunto espero que tenha dado uma ideia do que fazer, com quem falar e o que pode parar o seu site.

Resumo

Como evitar de seu site cair :
– Tenha uma equipe confiável, profissional e competente na retaguarda do seu site.
– Deixe seu site atualizado em hardware e software.
– Tenha procedimentos com checklist de validações de atividade e operacionalização do site.
– Invista em tecnologia e infraestrutura.
– Faça backup e teste com calma o restore do banco de dados ou dos arquivos e de todos o site.
– Acompanhe seu site e seja pró ativo validando os logs definidos pela sua política mantenedora da atividade do seu site.
– Preocupe-se com a segurança de softwares e hardwares do seus site.
– De suporte a seus clientes e visitantes do site em tempo real pois um imprevisto pode ocorrer e este seu visitante poderá lhe ajudar informando do problema em tempo real. (O cliente que te ajudar, merece um agrado ou um cupom de desconto 🙂
– Invista em tecnologias inteligentes e pró ativas para responder ou avisar em tempo real por monitoramento ou avisos.
– Tenha uma infraestrutura planejada e confiável.
– Tenha fornecimentos de dados redundantes com localidades e infraestrutura paralela. Caiu um sobre o outro.
– Balanceie os acessos entre os servidores.
– Atente para o tipo de hospedagem dedicada ou compartilhada.
– Tenha o tempo de trabalho com tudo envolvido em caso de restabelecimento parcial ou total do seu site. (Espero que nunca precise colocar isto na prática. Trabalhe para que isto não aconteça mas se acontecer você estará preparado).
– Cuidado com o barato que sai caro e muito caro. Principalmente para a reputação do seu site.
– Fale com seu provedor. Ele pode te ajudar muito lhe dando opções de como evitar de seu site cair.
– Avalie sempre seu provedor de hospedagem de tempos em tempos. Tecnologias evoluem, precisam ser atualizadas e os custos podem cair.
– As vezes, é importante você se preocupar, somente com os seus negócios. Empresas de TI, podem cuidar de sua tecnologia. Cada um fará o seu melhor no que sabem ou onde tem mais conhecimento. Cada um na sua praia.

Caso tenha gostado da matéria deixe seu comentário, siga e compartilhe pois outras pessoas que se envolvem com sites, precisam começar a entender deste assunto.

Caso precise de ajuda na avaliação do seu site se esta seguro ou o que pode fazer avaliar como evitar de seu site cair entre em contato conosco. 🙂

Twitter
Visit Us
Follow Me
YouTube
LinkedIn
Share
Instagram
%d blogueiros gostam disto: